terça-feira, 20 de abril de 2021

Kalil decide reabrir comércio de Belo Horizonte a partir de quinta-feira (22)

 


Kalil decide reabrir comércio de Belo Horizonte a partir de quinta-feira (22)

"Que me conste, não há nenhum município em condição espetacular melhor que a nossa cidade", disse o prefeito nesta segunda-feira (19)

o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou a reabertura das atividades não essenciais na capital mineira a partir de quinta-feira (22) em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (19). "Que me conste, não há nenhum município em condição espetacular melhor que a nossa cidade", justificou. "Chegamos em números que custaram muito a esse pobre povo do Brasil e que hoje temos um conforto de nos dar esse tipo de abertura na cidade de BH. Essa intermitência de abre e fecha não acaba se não tiver disciplina", disse Kalil.

Veja o que pode funcionar a partir de quinta-feira:

Todo o comércio varejista "não essencial": de segunda a sábado, de 9h a 20h

Atividades autorizadas que estejam em funcionamento dentro de galerias de lojas e centros comerciais: segunda a sábado, de 9h a 20h

Atividades autorizadas que estejam em funcionamento dentro de shoppings: segunda a sábado, de 10h a 21h. OBS.: domingo, somente para retirada de produtos em drive-thru, sem restrição de horário

Restaurantes, cantinas, sorveterias, bares e similares, inclusive no interior de galerias e shoppings, além de food trucks, e com consumo no interior: segunda a sábado, de 11h a 16h, com permissão de bebida alcoólica. OBS.: Sem restrição de dia e horário para delivery e retirada no local.

Padarias e lanchonetes, com consumo no local: segunda a sábado, de 5h a 22h

Atividades em drive-in: segunda a sábado, de 14h a 23h59

Academias e afins, inclusive dentro de galerias e shoppings: segunda a sábado, sem restrição de horário

Cabeleireiros, manicures e pedicures: segunda a sábado, sem restrição de horário

Atividades e clínicas de estética: segunda a sábado, sem restrição de horário

Comércio atacadista da cadeia de comércio varejista autorizada a funcionar, exceto atacadista de recicláveis: segunda a sábado, de 5h a 17h

Atividades presenciais em escola para ensino de esportes, música, arte e cultura; escola de idiomas; cursos diversos e centros de treinamento; centro de formação de condutores e cursos preparatórios: segunda a sábado, sem restrição de horário

Parques públicos: mediante agendamento no site da prefeitura

Serviços essenciais (veja abaixo)

Lista de atividades consideradas essenciais, que seguem funcionando nos seguintes horários:

Padarias e lanchonetes (permitido o consumo no local): Segunda-feira a sábado, entre 5h e 22h. O consumo de bebidas alcoólicas no local deve observar as restrições dos demais serviços de alimentação

Comércio varejista de laticínios e frios: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Açougue e Peixaria: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Hortifrutigranjeiros: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Minimercados, mercearias e armazéns: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Supermercados e hipermercados: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 22h

Comércio varejista de mercadorias em lojas de conveniência ou similares (vedado o consumo no local): Segunda a sexta-feira, entre 7h e 18h

Artigos farmacêuticos: Sem restrição de horário

Artigos farmacêuticos, com manipulação de fórmula: Sem restrição de horário

Comércio varejista de artigos de óptica: Sem restrição de horário

Artigos médicos e ortopédicos: Sem restrição de horário

Tintas, solventes e materiais para pintura: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Material elétrico e hidráulico, vidros e ferragens: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Madeireira: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Material de construção em geral: Segunda-feira a sábado, entre 7h e 21h

Combustíveis para veículos automotores: Sem restrição de horário

Peças e acessórios para veículos automotores: Segunda-feira a sábado, entre 8h e 17h

Comércio varejista de gás liquefeito de petróleo (GLP): Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário

Comércio atacadista da cadeia de atividades do comércio varejista da fase de controle: 5h às 17h

Agências bancárias: instituições de crédito, seguro, capitalização, comércio e administração de valores imobiliários: Sem restrição de horário

Casas lotéricas: Sem restrição de horário

Agência de correio e telégrafo: Sem restrição de horário

Comércio de medicamentos, artigos e alimentos para animais de estimação: Sem restrição de horário

Atividades de serviços e serviços de uso coletivo, exceto os especificados no art. 2º do Decreto nº 17.328, de 8 de abril de 2020: Sem restrição de horário

Atividades industriais: Sem restrição de horário

Banca de jornais e revistas: Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário

Restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos congêneres no interior de hotéis, pousadas e similares, para atendimento exclusivo aos hóspedes, nos termos do art. 4º do Decreto nº 17.328, de 2020: Sem restrição de horário

Atividades autorizadas neste Anexo em funcionamento no interior de shopping center, galerias de loja e centros de comércio: Deverão ser observados os horários de cada atividade

Nos estabelecimentos que possuem estacionamento internalizado é permitida a retirada no formato drive-thru: Sem restrição de horário

Celebração presencial de cultos, missas e demais atividades de caráter coletivo: Sem restrição de horário, mas seguindo protocolo (1 pessoa a cada 7 m² no máximo na área do público, adoção do uso de máscara, distanciamento entre pessoas nos assentos e higienização de mãos e do ambiente)

Utilização de praças, pistas de caminhada ou de corrida e outros locais públicos para a prática de atividades de esporte e lazer coletivas ou individuais: sem restrição de horário

O que pode funcionar aos domingos?

A regra de funcionamento aos domingos ficará mantida, estando autorizados a funcionar somente os segmentos do comércio varejista e atacadista de:

artigos farmacêuticos;

artigos farmacêuticos, com manipulação de fórmula;

artigos de ótica;

artigos médicos e ortopédicos;

combustíveis para veículos automotores;

comércio de medicamentos veterinários;

atividades de serviços e serviços de uso coletivo que não estão suspensos nos termos do Decreto nº 17.328, de 8 de abril de 2020;

serviços de alimentação (bares, restaurantes e similares), apenas para entrega em domicílio, nos termos do art. 3º do Decreto nº 17.328, de 2020;

retirada no formato drive-thru para os estabelecimentos que possuem estacionamento internalizado.

restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos congêneres no interior de hotéis, pousadas e similares, para atendimento exclusivo aos hóspedes, nos termos do art. 4º do Decreto nº 17.328, de 2020;

atividades industriais.

Supermercados, padarias, sacolões, lanchonetes, lojas de conveniência, açougues e similares só poderão abrir de segunda a sábado.

0 comentários:

Postar um comentário